Celebremos a energia da família


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Bom dia, meus queridos amigos!!!

Estamos nos preparando para mais um retiro semestral, que será realizado no próximo final de semana, quando estaremos “Celebrando a Energia da Família”. Desde maio, quando realizamos o último retiro, o tema família vem sendo discutido em nossos eventos presenciais (Voos da Pena e nos passeios energéticos) e em nossa lista de e-mails. O tema família se apresenta como uma continuidade de um estudo que nos é oferecido desde o início do grupo, em novembro de 2009. Na época, durante o “Celebrando a Energia da Vida”, aprendemos que tudo em nosso meio é energia e que temos ferramentas para que esta energia se mantenha positiva e ao nosso favor. Aprendemos que notícia ruim é carregada de energia negativa e que selecionar o que ver na TV é uma das maneiras de nos mantermos bem. Aprendemos, também, que um sorriso sincero de bom dia despeja uma imensa carga energética positiva em quem recebe o sorriso e também em quem sorri. Vimos que, estando sintonizados com a energia Divina, podemos atuar positivamente até mesmo na vida daqueles que estão distantes de nós. Para a energia da vida não há distâncias.

Em nosso segundo encontro, realizado em maio de 2010, “Celebrando a Energia do Cuidado”, nos baseamos em um estudo do teólogo Leonardo Boff para conhecermos as várias dimensões do Cuidado na vida pessoal, social e planetária. Aprendemos como cuidar para que estejamos energeticamente bem conosco, com o outro e com a natureza de forma geral.

“Celebrando a Energia da Música”
foi o tema apresentado no mês de novembro de 2010, momento em que experienciamos sensações maravilhosas do poder da música em nossas vidas. Conhecemos diversas aplicações da energia da música para manutenção do equilíbrio físico, mental e espiritual. Da mesma forma, identificamos momentos em que a música favorece o desequilíbrio e a desconexão com o Divino. São exemplos, músicas cujas letras favorecem a vida desregrada, incentivando o desrespeito ao outro ou a si mesmo.

Em maio de 2011, nosso retiro esteve repleto de criaturas celestiais:  arcanjos, querubins e serafins estiveram conosco “Celebrando a Energia dos Anjos”. Aprendemos que estes seres estão à nossa volta e em outros planos intercedendo para que tudo aconteça da melhor maneira possível. Aliando o conhecimento adquirido anteriormente à novidade que nos foi apresentada, percebemos que eles podem nos ajudar a CUIDAR  e manter o equilíbrio energético do Planeta e que podemos, inclusive, invocar a proteção deles fazendo uso da boa MÚSICA.

Agora, nos dias 18, 19 e 20 de novembro, estaremos reunidos “Celebrando a Energia da Família”. Veremos a importância das formações familiares durante a história do mundo. Como estas formações evoluíram até os dias atuais e como elas ainda possuem um papel fundamental na formação psíquica do indivíduo. Em nosso estudo preparatório temos percebido a família como uma possível blindagem contra forças desestruturadoras. Temos compreendido que a formação familiar é um recurso Divino que favorece nosso crescimento espiritual e nosso auto-conhecimento. Somos colocados em contato com pessoas que muitas vezes pensam e agem diferente de nós. Aquele irmão que nos incomoda por seu modo de agir, um filho que não nos obedece como gostaríamos, a esposa ou o marido que não nos compreende ou não nos ama como gostaríamos são exemplos de situações que Deus nos oferece para que cheguemos ao fim da vida equilibrados energeticamente e mais evoluídos. Deus nunca nos oferece desafios superiores aos recursos que temos disponíveis!

Em nosso estudo, teremos a oportunidade de ampliar nossa visão a respeito de Família, a partir da mensagem que Jesus nos trouxe de que somos todos irmãos. Veremos o termo família como a denominação de um agrupamento de seres com objetivos comuns. Sob esta perspectiva, descobrimos que somos uma grande família formada por pequenas famílias: a família das pessoas que moram em nossa rua, do nosso bairro, da nossa cidade, estado, país, planeta e do Universo. Se “Há muitas moradas na Casa de meu Pai”, como Jesus nos afirmou, em cada uma destas moradas também há um nosso irmão. Sem nos esquecermos, ainda, de outros membros de nossas famílias como os animais, as plantas, os minerais…

Partindo deste princípio, podemos começar a nos preparar para o grande desafio de reconhecer a Família Universal, reconhecendo os pequenos agrupamentos familiares de que fazemos parte e neles EXERCENDO A ENERGIA DO CUIDADO. Cuidando para que a criança que permanece no sinal de trânsito tenha um futuro melhor. Descobrindo formas de manter o filho da empregada longe do perigo e da tentação das drogas. Vendo o problema do outro como parte de um problema do todo e se sentindo co-responsável pela solução.
Sabemos que a proposta não é nada fácil. Como diz um palestrante de uma formação religiosa de que faço parte, quando nos preparamos para um estudo ou uma palestra, somos os primeiros a tomar conhecimento da informação e por isto nossa responsabilidade se torna ainda maior. Quando fazemos uma palestra, uma apresentação para uma plateia, os primeiros ouvidos a ouvir nossa fala são os nossos e, mais uma vez, somos chamados à responsabilidade em primeira mão.

Que a ENERGIA DA VIDA, a ENERGIA DO CUIDADO, a ENERGIA DA MÚSICA e a ENERGIA DOS ANJOS nos fortaleçam para fazer deste encontro mais um momento mágico. Que a energia gerada a partir dele alcance diversos corações em todo o Universo. Que possamos contribuir para o sucesso do momento especial pelo qual a Terra vem passando, no qual, a cada dia, iremos nos distanciar mais das energias negativas.

Retiro vivencial com reflexões sobre a FAMÍLIA! Participe!

Nos dias 18,19 e 20 de novembro, a Rede Zenitude realizará um Retiro Vivencial ”, com o tema “Celebrando e Vivenciando a Energia da FAMÍLA”.


A qual família você pertence? Ao ouvir essa pergunta, de imediato, pensamos naquelas pessoas com quem compartilhamos os laços sanguíneos e um sobrenome. Base importante de todas as nossas futuras relações entre outros seres e com o mundo, esta família representa nossa maior referência, em termos de amor e compartilhamento. Pertencemos, ainda, a outras “famílias”, no decorrer da vida: a família da rua e do bairro onde moramos, a família de nossa escola, de nossa cidade, de nosso estado. Posturas e exercícios de cidadão são vivenciados na família da Nação a que pertencemos. Grandes aprendizados existenciais nos envolvem, na imensa família planetária humana.  São estas reflexões que nortearão as atividades no V Retiro Vivencial da Rede Zenitude.

Exposições dialogadas, meditação, técnicas de harmonização corporal e mental, em meio à natureza, já são a marca registrada de nossas atividades.

O Retiro acontecerá no Instituto Renascer da Consciência, lugar de rara beleza e elevada preparação vibratória, em Ravena, distrito de Sabará/MG. O valor para os três dias, incluindo todas as alimentações e hospedagem, é de apenas R$ 200,00. Os interessados em participar devem enviar email para neymourao@neymourao.com.br ou ligar no telefone (31) 3421-8102.

A música nos acalma, nos excita e nos ensina

Em nosso terceiro retiro, Celebrando a energia da música, estudamos o poder que a música tem e sempre teve no planeta Terra. Compreendemos que a música também é um presente do criador para nos ajudar na busca do equilíbrio e do crescimento. O uso que fazemos dela é de nossa total responsabilidade.

A música está presente no dia a dia de todos nós. Nos comerciais de TV, nas novelas, no rádio, nas casas religiosas, nos momentos de faxina, de relaxamento, nas festas etc.

Muitas vezes, estamos em contato com uma música e não damos muita atenção àquela composição. Não percebemos como aquele ritmo nos atinge, se nos excita, se nos acalma. Acompanhamos a letra, cantamos, repetimos as frases sem perceber o que estamos dizendo. Mas, estamos dizendo. E, assim como a música, as palavras também tem seu poder, sua energia.

E é sobre isto que gostaria de refletir no dia de hoje. Sobre a letra de uma música de um CD que vendeu mais de um milhão de cópias e que se manteve em primeiro lugar nas paradas por um longo tempo. Pelo número, podemos imaginar o quanto esta música foi cantada. Quantas pessoa entraram em contato com sua melodia e com sua letra. Mas, quantos compreendem a mensagem que esta música nos traz?

A música de que estou falando é Faz um milagre em mim, de Régis Danese. Esta é uma das músicas que cantamos na casa religiosa que frequento. Sempre gostei desta música, e particularmente em momentos de dificuldades clamei por Deus cantando “Faz um milagre em mim”.

Mas, além deste clamor por uma ação do criador, a letra da música também nos inspira a conhecer uma passagem bíblica muito interessante e esclarecedora. A história de Zaqueu.

Segundo Lucas (19:1-10), Zaqueu era um publicano rico, responsável pela cobrança de impostos em Jericó para o governo de Roma. Os judeus consideravam os Publicanos como traidores e desprezíveis pelo fato de estarem ajudando Roma a extorquir Israel.

O caráter dos publicanos não era dos mais confiáveis, porque eles geralmente cobravam grandes somas de dinheiro, além do estipulado por Roma em benefício próprio. E o mesmo acontecia com Zaqueu.

Mas, a bíblia nos conta uma história linda de renovação, superação e mudança de atitude. Em uma das passagens de Jesus pela cidade, Zaqueu, um homem de baixa estatura, sobe em uma árvore a fim de visualizar Jesus. Jesus o vê e fala com ele. E, mais que isto, vai até sua casa. E Zaqueu resolve tomar um novo rumo.

Este é só um resumo deste belo ensinamento. Mas, gostaria de convidar você a visitar dois links que apresentam muito bem a passagem bíblica, inclusive com interpretações muito claras do que podemos extrair da história de Zaqueu.

A partir de agora, quando eu dizer “como Zaqueu, eu quero subir e chamar sua atenção para mim”, estarei reafirmando meus propósitos de reforma íntima. Aceitando minhas imperfeições e pedindo ao Pai que continue me ajudando a me tornar uma pessoa melhor a cada dia.

Links:
http://www.estudodabiblia.com.br/Estudos/zaqueu%20um%20homem%20que%20despertou.htm
http://celulascjesus.blogspot.com/2010/09/quem-foi-zaqueu.html

Celebrando a Energia dos Anjos – Mais do que treze momentos para lembrar!

 

(Veja, aqui, fotos do IV Retiro Vivencial – “Celebrando a Energia dos Anjos”)
(Assista ao vídeo-recordação do Retiro)

Treze! Há muito tempo, na região da Provença, os festejos natalinos eram celebrados com treze sobremesas. Na Romênia, a data era lembrada com treze pratos de peixe à mesa.

Para os cristãos católicos, o número tem um marco importante: por ocasião do Concílio Vaticano II, o famoso Schéma XIII foi considerado um dos documentos determinantes, que marcou a entrada da Igreja em uma nova era, “a passagem para um outro plano”, voltado para as preocupações com a transcendência e o alcance de uma consciência mais profunda.

Na Numerologia, o número13 sugere a morte da matéria e o nascimento do espírito, a passagem para um plano superior de existência. O número treze representa a transformação. O treze, reduzido à sua soma quatro (1 + 3 = 4),  mostra um trabalho evolutivo. No Tarô, é temido por alguns como o número da morte. No entanto, é preciso compreender que ele a representa, mas não no sentido comum, físico. A morte é uma simples alteração, necessária para um início inspirador, uma nova tomada de consciência. Quando nascemos nesta vida, morremos num outro nível de existência. Quando nos formamos, morremos como estudante e nascemos como profissional. No casamento, cada um morre como entidade isolada para renascer como dupla. Transformação é a palavra-chave do treze.

Havia doze discípulos, e Jesus era o décimo terceiro. Há doze signos no zodíaco, com o Sol no centro. O número 13 é sagrado, assim como quaisquer de seus múltiplos. Identifica um iniciado ou alguém que renasceu através dos poderes mentais da transmutação. O número 13 é preservado nas medidas da Grande Pirâmide.

Representa um momento e não um processo. É o ponto entre o antes e o depois, o momento exato do corte e da transformação. Nos passos da iniciação, é a morte do ego dando lugar a um outro ser. Destrói-se a personalidade para recriá-la sob um novo aspecto: a comunhão com o ego universal.  Acima de tudo, o treze é capaz de provocar mudanças pacíficas, que poderão melhorar os padrões de vida do mundo. Os cortes são necessários para que se possa colher os frutos maduros.

Os astecas acreditavam em treze céus e sua semana tinha treze dias. E o calendário maia, também chamado Calendário do Novo Tempo ou Calendário da Paz, é composto por treze luas, cada uma de vinte e oito dias.

Para a Rede Zenitude, treze tem sido um número especial. Em nossos quatro retiros vivenciais, tivemos sempre 13 pessoas presentes! E é bastante comum que nossos momentos mais marcantes e repletos de energia aconteçam com 13 pessoas reunidas.

Foi assim, mais uma vez, em maio, no Retiro Vivencial cujo tema foi “Celebrando a Energia dos Anjos”. Um encontro mágico, renovador. Nele, vivenciamos a força poderosa dos anjos, sua inspiração e sua orientação para o louvor ao Criador como razão de estarmos vivenciando nossa trajetória humana.

Desde o primeiro rito de chegada, quando, caminhando sobre uma trilha que lembrava o céu e as nuvens, ao som de um saxofone tocado com as mãos e a alma pelo talentoso João Pedro Quaresma – com certeza, inspirado por anjos -, tivemos o primeiro encontro com os anjos de cada um dos presentes. Ali, sob a música acolhedora e um luz suave, lemos as mensagens que pareciam ter vindo direto das esferas angelicais para os nossos corações. Lua e estrelas ajudaram a compor o cenário, no ambiente deslumbrante, uma natureza que, todos os dias, nos ajuda a lembrar a dádiva da Fonte Divina da qual fazemos parte. Antes da paz do recolhimento, um filme com uma mensagem iluminada e o jantar, feito por Neusa, nossa nova amiga, enviada pelos anjos, de quem não pretendemos largar mais. Lá, lá pelos lados dos céus, com certeza, os banquetes divinos, inundados de carinho, devem ter o sabor dos temperos de Neusa!

E assim foi, momento a momento. Momento de ser criança e descobrir, em um pique-esconde com os anjinhos, que somos todos uma só família: a grande família cósmica universal. Um preparativo para o V Retiro Vivencial, quando o tema será, justamente, “Família”. Momento de aprender, refletir e dialogar, com a palestra de rico conteúdo de Ricardo Quaresma Chaves, abordando o tema dos anjos na visão evangélica e um apanhado histórico e antropológico, com Ney Mourão, esse redator que agora lhes relata nesse texto. E


E assim fomos, treze à mesa, saboreando o fruto de uma vivência profunda em acolhimento, tolerância às diversidades e abertura ao encontro. E assim fomos, por três dias, treze almas buscando a conexão com os anjos na Biodança com Simone Noronha, na vivência conduzida por Maura Oliveira e na deliciosa dinâmica elaborada por Ana Paula Oliveira e Reginaldo Rosa – haja energia, para descobrir tantos anjos escondidos. Haja emoção nada contida, para conseguir ler tantas mensagens deixadas, com carinho, em cada envelope – todas elas, “mera coincidência”, chegando ao seu dono-destino de forma oportuna, dizendo aquilo que era necessário, no momento certo, para as perguntas que pairavam no ar.


Sim! Mais uma vez, treze foi um número mágico e transformador. Estamos vivenciando, todos os dias, essa certeza: de que podemos nos transformar e transformar o mundo para melhor. Com pequenas atitudes, posturas, encontros, atos e reflexões.

Desejamos, no entanto, que esse número possa se multiplicar. Treze vezes treze elevado a décima terceira potência. Em alcance numérico, em alcance geográfico, em alcance energético. Que cada um dos que passam todos os dias por nossas vidas sintam essa energia transformadora, essa pequena mas significativa centelha capaz de aquecer ao nosso redor.

Desejamos que você, que agora nos lê, e que não esteve conosco, fisicamente, seja invadido por esse sentimento bom que trazem os anjos a pedido de Deus. Que vocês, que lá estiveram, continuem sob a guarda dos anjos protetores e fortes, livres do mal, esforçando-se por trilhar os caminhos do bem, em direção à Fonte, realizando mais o que devemos do que o que queremos, sempre a serviço de Deus e do próximo.

Que assim seja, pois os anjos, em uníssono, já disseram “AMÉM”!

 


 


IV Celebrando – Celebrando a energia dos anjos

 

Sintonize com os anjos – Domingo, dia 22 de maio

Eles estão em todos os lugares, auxiliando-nos e orientando-nos, a serviço de Deus: assim creem praticamente todas as religiões do mundo. E, atualmente, até a Ciência começa a dar ouvidos às “vozes angelicais”, tentando “explicar” o seu mistério e sua existência.
Nesse domingo, 22 de maio, 12:30 (hora oficial de Brasília), a Rede Zenitude convida para que você se conecte com as esferas angelicais. Nesse horário, faça sua oração, medite, cale-se por um instante e ouça a sua voz interior. Deixe que sua intuição possa lhe responder a alguma pergunta, encaminhe ao plano divinal seu pedido, agradecimento, meta a ser conquistada. E, principalmente, estenda seu coração e seu espírito a todo o Planeta e todo o universo, imaginando um abraço de luz e boas energias, pacificador, acolhedor… ANGELICAL!
Os anjos estarão conosco, nessa sintonia. Nosso convite expande-se por qualquer barreira de credo ou ideologia. O importante é que você esteja conosco… Que assim seja.

Celebrando a energia dos anjos

Desde as mais remotas culturas, os anjos povoam o imaginário humano.  Eles são citados na Bíblia e em outros livros sagrados. Sua interferência no cotidiano dos homens e das nações é admitida nas mais diversas crenças e até mesmo em registros históricos.  Guardiões, protetores, guias, auxiliares na busca do bem, emissários divinos.

Qual o papel dos anjos e sua influência na cultura humana? Como conectar-se com a energia angelical? Como trazer os exemplos de bondade, força e ternura, tão comuns nas citações sobre anjos, para o nosso cotidiano?

Em maio, nos dias 20, 21 e 22, a Rede Zenitude realizará a sua quarta edição do Retiro Vivencial e de Desenvolvimento Humano, o “Encontro Celebrando”. Nosso momento de celebrar a existência e o anseio de progresso físico, mental e espiritual dos seres e do Planeta. Em meio à beleza e serenidade da natureza, serão realizados estudos, reflexões e vivências sobre o tema “A Energia dos Anjos”. O tema será abordado sob um ponto de vista holístico, desvinculado de dogmas religiosos, respeitando-se a diversidade e promovendo a tolerância. Além das atividades relacionadas ao tema, desfrutaremos de bons momentos de alegria, lazer e alimentação saudáveis, práticas de relaxamento.

O número de vagas é limitado, para garantir o conforto, a integração e a qualidade das práticas, reflexões e vivências. Brevemente, divulgaremos o valor da contribuição – destinada unicamente a cobrir as despesas de estada e alimentação dos participantes.

Material de apoio para retiro holístico

A cada seis meses, realizamos, em nossa teia social, um retiro vivencial e de formação. Chamamos de “Celebrando”, já que um dos nossos pilares é, justamente, a constante celebração pela dádiva da existência, do encontro e do desenvolvimento. Em cada um deles, tratamos de um tema específico que, longe de “amarrar” nossas vivências, serve de eixo, fio condutor para nossos estudos e práticas, durante um final de semana de encontro.

Em maio, nos dias 20, 21 e 22, estaremos novamente reunidos. Dessa vez, o tema será “Celebrando a energia dos anjos”. Desimpregnados de qualquer conotação dogmática, teremos a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre os aspectos históricos, sociais, psicológicos, artísticos e ligados à religiosidade sobre o tema angelical.

Desde o I Retiro, temos buscado uma certa preparação para cada um desses momentos. E, nos últimos, percebemos, em grupo, a necessidade de termos textos e materiais de apoio para aqueles que, porventura, tiverem disposição e disponibilidade para estudos prévios. Portanto, sistematicamente, colocarei à disposição estes materiais.

Alguns textos, maiores ou mais densos, isponibilizaremos em nossa página do Yahoo destinadfa à troca de mensagens entre os membros da Rede Zenitude. Para fazer parte dela, envie uma mensagem para zenitude@zenitude.com.br, contendo o seu email para contato, confirmação e inscrição.

Para os que ainda não são associados ao grupo de troca de mensagens, postamos, logo abaixo, o link que carrega diretamente o primeiro texto – um artigo de Marcela Peralva Aguiar; Denise Barcellos da Rocha Monteiro e Ana Maria Jacó-Vilela, pesquisadoras da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, trazendo uma abordagem sobre os anjos e a Psicologia Comportamental. Um rico material, que vale a pena a leitura.

http://f1.grp.yahoofs.com/v1/UF-KTY9ecqKBbWA4h8BsJ2hfk1cCvmLBtSORyqkWXTvZLMirYLkvOofwUDGRP4jZHgZTKD27UAvkt3OD70z3Sg/Encontros%20e%20atividades/Materiais%20de%20apoio%20e%20estudo/anjos%20na%20Psicologia.pdf

Caso alguém possua indicações bibliográficas, sugestões de links, textos, vídeos na internet, eventos relacionados ao tema, peço que também postem para todos, estabelecendo um rico intercâmbio de conhecimento.

Mais um depoimento sobre o III Encontro “Celebrando”

(Por Ana Paula Oliveira)

Este terceiro Encontro Celebrando, que celebrava a transcendentalidade da música, foi mágico, apesar de minha energia ter estado um pouco em baixa nos dias.
Foi assim, diferente do primeiro encontro que participei, que foi o Segundo Encontro Celebrando, em maio desse ano. Energia diferente, espiritualidade diferente, mas eu me senti protegida de certa forma, acolhida, entre amigos que mais pareciam ser da família!

Amo música e sei que seu poder curador e revolucionário é sem fronteiras. As músicas ofertadas foram marcantes e tinham muito a dizer não só a respeito de quem as enviou mas tocaram a todos de certa forma.
A apresentação do Daniel foi linda, nosso jogral emocionante, os ensinamentos passados pelo Reginaldo e pelo Ney, muito contribuiram para nosso aprendizado.

Acalentou o coração.
É isso. Valeu! Beijos a todos.

Em novembro, REDE ZENITUDE realiza retiro vivencial “Celebrando a Energia da Música”.

 

musicaHá evidências de que a música é conhecida e praticada desde a pré-História. Provavelmente, a observação dos sons da natureza tenha despertado no homem, através do sentido auditivo, a necessidade ou vontade de uma atividade que se baseasse na organização de sons. Embora nenhum critério científico permita estabelecer seu desenvolvimento de forma precisa, a história da música confunde-se com a própria história do desenvolvimento da inteligência e da cultura humana. Não é à toa que, nos aniversários, gostemos de celebrar com música!
Nos dias 19, 20 e 21 de novembro, a Rede Social Zenitude celebra o seu primeiro aniversário. Na ocasião, estaremos realizando o terceiro retiro vivencial “Celebrando”, com o tema “Celebrando a Energia da Música”. Uma abordagem da música em sua dimensão vibracional, transcendente, histórica e terapêutica. Teremos momentos de meditação, reflexão, aprendizado, apresentações musicais, caminhadas em contato com a natureza, oficinas, vivências para recompor a energia e promover o bem-estar físico, emocional e espiritual.

 

O local escolhido para o retiro é um sítio aconchegante e confortável no município de Esmeraldas, a 65 quilômetros de Belo Horizonte. Além de toda infra-estrutura de hospedagem, como suítes e piscina, o local possui uma área de 6 hectares, mata nativa com mais de 20 hectares, com muitas árvores, flores e frutos. Muita sombra e água fresca!  O local é servido por um ribeirão, um pequeno córrego e até uma cachoeira.

Durante os três dias do Encontro, os participantes não farão uso de álcool e a alimentação será vegetariana. Essas são marcas registradas dos eventos da Rede Social Zenitude, ao lado, claro, de muita energia positiva, alegria, carinho entre os participantes e um grande sentimento de amorosidade que compões a nossa “partitura” permanente!

Quem estiver interessado em participar do retiro vivencial “Celebrando a Energia da Música”, basta entrar em contato, através do email zenitude@zenitude.com.br ou pelos telefones: (31) 3421-8102 e (31) 8862-9400, para obter maiores informações. As vagas são limitadas e o critério para participação é a sinergia com os valores e missão da Rede, que podem ser lidos aqui.

Uma noite em contato com as esferas angelicais

Em novembro, a Rede Social Zenitude estará organizando o seu III Encontro “Celebrando”, um retiro de meditações, vivências e reflexões com o tema  “Celebrando a Energia da Música”. No momento, estamos em fase de planejamento, incluindo a pesquisa de locais e de parceiros envolvidos.

No processo de pesquisa, acabamos nos encontrando com uma dupla de pessoas muito especiais. Paulo Tahin e Mí  Kaufmann definem-se como almas gêmeas que se reencontraram e trabalham juntos como instrumentos da Luz, auxiliando no  processo de Ascensão Planetária. Eles formam a dupla musical Blue Angelis. Suas composições  são sintonizadas das esferas sutis de Luz, diretamente do Reino Angélico.  Numa sessão de sintonização de música pessoal, Paulo e Mi entram em sintonia com a alma e mentores do cliente, e canalizam uma canção que é única para ele/ela naquele momento.  A música é gravada ao vivo, durante a sessão. No final, o cliente recebe um CD para ouvir, sempre que desejar.

A música pessoal representa a conexão entre nós e os planos espirituais.  Ao ouvi-la, temos a oportunidade de entrar em sintonia com o nosso Eu Superior, e  Criança Interior. Ela traz a voz interior de nossa própria alma. Esta música atua como um mantra, nos conectando com as energias do AMOR, PAZ, e LUZ, que são as mais puras formas de emanação da FONTE, de DEUS!

O cliente também recebe a música de seu Raio Divino.  Os timbres (sons) a serem utilizados na sessão, são definidos  logo antes da sintonização, com o uso de Radiestesia (pêndulo).  No início da sessão, há a opção de um breve tratamento com Magnified Healing, um tratamento energético feito com a imposição de mãos.

Os lugares onde as pessoas trabalham ou se agrupam de alguma maneira também possuem anjos e mentores que auxiliam na manutenção daquele espaço, e também possuem uma música – a melodia dos anjos e mentores dos lugares.

No contato com os Blue Angelis, o Grupo Zenitude recebeu, de presente, a sintonização de nossa música pessoal.

Uma noite especial
Nossa “noite angelical”, em que convidamos os membros da Rede para um happy hour onde haveria uma surpresa, na primeira semana de setembro (dia 02/09), serviu, justamente, para apresentar a música de nossos anjos ao grupo presente.

Segundo a dupla Blue Angelis, a música não foi só do anjo do grupo. Na verdade, é um grupo de anjos e arcanjos que inspiram nossa comunidade!  No final, eles nos passaram, também, uma mensagem muito bonita, que incluímos no final desse relato. O Raio Divino deles e, consequentemente aquele em que nós também vibramos, é o Sétimo, que é o Raio Violeta de Saint Germain, e a música foi sintonizada usando a tonalidade deste Raio.

Paulo Tahin e Mí  Kaufmann destacaram uma curiosidade: na mensagem a Rede Zenitude foi chamada de “Filhos da Luz e da Água” (geralmente eles só falam da Luz). A dupla, então, teve a intuição de incluir o barulho de água no início e no final da canção e nos perguntou, curiosa: “Qual a relação de vocês com a água?”. Para quem já esteve em nossas vivências presenciais, nem é necessário explicar. Cachoeiras, rios, nascentes, chuva suave e reconfortante… Onde quer que estejamos, somos sempre brindados com o conforto e às vezes surpreendente presença da água…

Os que estiveram presentes foram inundados de profunda emoção durante a primeira audição da melodia. Uma brisa suave invadiu a noite e, como que materializando a magia, estrelas cadentes cruzavam o céu, pontilhado de estrelas. Foi mais que mágico.

Cada um pode levar para casa um presentinho especial: uma cópia, em CD, de nossa “trilha angelical”, e a cópia impressa da mensagem canalizada das esferas dos anjos. Para vocês, que não estiveram presentes, ouçam a música, clicando aqui.

Agradecemos às energias universais e angelicais, que possibilitaram esse encontro. E aos Blue Angelis, por esse presente e à grande gentileza. Se você quiser conhecer um pouco mais sobre o trabalho deles, clique aqui.

A Mensagem Canalizada:

Queridos Filhos da Luz e da Água,
Somos o grupo de Anjos e Arcanjos que lhes inspiraram a criar o Grupo Zenitude, e continuamos lhes inspirando e guiando para que ele se torne cada vez maior e mais forte!

Estamos muito felizes em poder ajudá-los a fazer este maravilhoso trabalho assistencial, criando uma comunidade virtual que, se vocês quiserem e com a nossa ajuda, já está se tornando física, através das várias atividades que vocês têm promovido.

Sintam a nossa vibração nesta linda canção. Ela representa a nossa ligação com vocês, lhes amparando, inspirando e ajudando, para que, cada vez mais, possam também ajudar e inspirar mais pessoas a buscarem o autoconhecimento e a LUZ! A LUZ, a CHAMA DIVINA, que brilha e pulsa em seus corações, é viva e flamejante e, nesta canção, está representada pelo som da harpa.

Nós estamos dentro de vocês, em seus corações, em suas Chamas Trinas! Agradecemos pela oportunidade de podermos nos manifestar através desta canção e mensagem! Nós amamos a todos vocês!

Na Luz e Amor de Deus,

Anjos e Arcanjos do Grupo Zenitude, comandados pelo Arcanjo Samuel.

(Mensagem canalizada por Paulo Tahin, em 01 de agosto de 2010)

Mais impressões sobre o II Encontro Celebrando

Rita da Glória é uma participante da Rede Social Zenitude cujo olhar aguçado e sensibilidade apurada sempre nos brinda com observações plenas de riqueza, carinho e cuidado. Leiam, aqui, as impressões desta “zenitudiana”, redigidas logo após o II Encontro Celebrando – A Energia do CUIDADO, em maio de 2010.

Para um mundo melhor, cada vez melhor

Click! Click! Click!
As máquinas fotográficas se faziam presentes registrando movimentos, mas era impossível captar aqueles momentos mágicos!
Do princípio à partida, as emoções vinham sendo reformadas, reafirmadas, reformuladas e, muitas vezes, reconstruídas, destruídas ou simplesmente diluídas no farfalhar do tecido interior de cada um…

Ali, entre amigos, com certeza seculares e compromissados com o bem-querer universal, ensaiávamos os passos do amor, da tentativa de crescimento que transcende o terreno, o palpável e as nossas vontades.

Enquanto nossas metas iam sendo evidenciadas, deixávamo-nos levar pela quietude e pela contemplação, ou pelos movimentos, ou ainda pelo que nos superava a compreensão, o lógico, o tangível.

Brotavam do Grupo uníssono as colorações mais variadas, respeitando as diferenças e o momento de cada um. Então, a superação era necessária, a compreensão se fazia presente e aquele momento ERA SÓ SEU! Sim, às vezes isto era preciso, pois o ponto de iluminação interior é individual, e o Grupo servia como sustentação de algo respeitado, entendido e aceito.

E entre idas e vindas, mais uma vez o Grupo se superou!

Numa coesão total de indicadores de um novo tempo, com uma nova forma de viver, ali estivemos, presentes de corpo e alma, numa atitude de total doação à causa comum: um mundo melhor, cada vez melhor, onde continua A ENERGIA DO AMOR TRANSFORMANDO O MUNDO!

(Rita da Glória Correa)

Mudanças – Uma história cheia de encantamento

A terapeuta holística Andréa Binder, após o II Encontro “Celebrando” – A Energia do CUIDADO, realizado em Minas Gerais, no Instituto Renascer da Consciência, nos dias 21 a 23 de maio, brinda-nos com mais um texto repleto de encantamento e poesia, inspirado nos “apelidos” dos membros da Rede Social Zenitude que lá estiveram presentes. Delicie-se com esta narrativa.

 

Vocês já repararam que quase todas as histórias começam assim: “Era uma vez…?”

Pois é, essa vai começar diferente:

Aconteceu em um Reino distante, mas não muito distante…

Todos os moradores desse Reino estavam preocupados com uma doença que estava se propagando por todos os lares. Era uma moléstia que começava silenciosamente e ia se infiltrando em locais inimagináveis.

Para tentar conter essa moléstia, que ninguém sabia nada a respeito, representantes da população resolveram reunir-se junto ao Rei.

Chegando ao Palácio, fizeram-se anunciar. Lá estavam representados o Amor, a Alegria, a Docilidade, a Força, a Retidão, a Renovação, a Normalidade, a Magia, a Centralização, a Grandeza, a Beleza e a Ação.

Juntamente com o Rei, que daria Direção às idéias, formaram o grupo dos 13.

Sentados em volta de uma mesa em forma de Estrela, começaram a reunião, que duraria dias, se necessário fosse, mas a solução deveria ser encontrada.

Começaram buscando os sintomas que essa moléstia causava.

O Amor, como não poderia deixar de ser, de forma bem Amorosa, definiu que os sintomas que havia percebido passavam pela falta de CARINHO.

A Alegria saudou a todos:

Bom dia! O que noto, meus amigos, é que essa moléstia tem causado uma APATIA muito grande em todos os doentes.

A Docilidade, com sua fala Meiga, também concordou com o Amor e com a Alegria, mas ressaltou que faltavam também manifestações de AFETO aos contaminados.

A Força, com a energia de uma Rocha, chegou à conclusão que faltava DETERMINAÇÃO aos infestados.

A Retidão, com sua atitude sempre Reta, concluiu que a ÉTICA não estava presente aos doentes.

A Renovação, ávida por mudanças, com seu espírito Renovador, notou que faltava DESAPEGO aos enfermos.

A Normalidade, sempre buscando superar as diferenças do outro, o considerando-as como algo Normal, desta vez se mostrou bem preocupado. Nada estava tão normal assim. Um sintoma notado por ele foi a INÉRCIA.

A Magia, com sua visão Mágica acerca do ser humano, notou que faltava a ESPERANÇA nesses pobres doentes.

A Centralização, sempre atenta e com o pensamento Centrado, falou que um sintoma percebido era a falta de ATENÇÃO, o que mantinha todos dispersos e voltados para seu próprio umbigo.

A Grandeza, do alto de seu Grande coração, notou que sobrava em todos o ORGULHO.

A Beleza ressaltou que todos estavam infestados de inveja e luxúria, faltando neles a HUMILDADE.

Diante de todos esses sintomas, o Rei concluiu que faltava a essas pobres criaturas a VONTADE.

O que então se faz necessário para acabarmos com o que está causando tanto desequilíbrio, perguntaram todos ao Rei.

– Bom, meus amigos, vamos ver o que cada sintoma causa a si, ao outro e ao ambiente para conseguirmos chegar a um consenso.

– Noto, meu Rei, que esses sintomas aniquilam com a essência do SER, deixando-os como um barco à deriva, visto que suas atitudes passam a ser conduzidas sem o crivo da razão e do amor.

– Bem observado, Renovação. Enquanto esses doentes acreditarem serem onipotentes, dispensando a mão amiga do outro, suas células permanecerão doentes.

– Será que podemos fazer uma fórmula para darmos a todos?

– Minha querida Magia, acredito não haver nenhuma fórmula externa que combata esse vírus ou bactéria. Teríamos que buscar algo que despertasse a cada um, no fundo do seu ser, respondeu o Rei.

Os dias foram se passando e o avanço, mesmo aparentemente ínfimo, tomava forma.

Por fim chegaram a um consenso.

Devemos ensinar a todos os doentes e também aos que ainda se encontrem sadios, como forma preventiva, a arte do CUIDADO. É isso que falta em cada coração. Não existe neles a importância do SER CUIDADOR e nem do estar SENDO CUIDADO. Eles acreditam não precisar do outro e acabam por contaminar àqueles à sua volta. Todos se julgam capazes de viver num mundo próprio onde impera a “autosuficiência”, como se isso fosse possível… pobres ingênuos… Para essa Ação acontecer, cada um deve ser Ligeiro. Não há mais tempo para delongas… Cada um de vocês segue em uma Direção, mas com os objetivos norteados.

Então, podemos concluir que essa doença que a tantos pegou é o EGOÍSMO, recheado de ORGULHO, alicerçado pela VAIDADE?

Seria mais ou menos isso, meus amigos. Nada mais triste do que o HOMEM que se julga melhor do que o outro. Ele se esquece de que a essência divina, presente em todas as criaturas, permeada de amor, não faz de um melhor e nem pior do que o outro. As diferenças que existem passam pelo grau de evolução de cada um. Mas não podemos nos esquecer de que, mesmo cheia de curvas, essas estradas evolutivas levarão TODOS aos braços do PAI. O livre arbítrio nos permite escolher qual estrada devemos seguir. Disso vai depender o tempo gasto para se chegar ao objetivo. Mas todos estamos indo na mesma direção. A misericórdia do PAI nos permite aprender, mesmo que por estradas cheias de obstáculos, a necessidade do AMOR. E só ama quem se interage com o outro, quem CUIDA de si mesmo sem se esquecer de que o outro também merece e necessita SER CUIDADO.

– Vamos espalhar pelo Reino o antídoto contra essa moléstia, falaram em uníssono todos os presentes.

Assim, munidos de uma vontade firme, os 13, depois das lições aprendidas, começaram a colocar em prática os ensinamentos absorvidos, de forma a transformar o mundo em que vivem em um local melhor, mais leve e esperançoso.

Que Deus dê a TODOS a certeza de sua capacidade de TRANSFORMAR O MUNDO COM A ENERGIA DO AMOR!!!

Beijos no coração!!

Andréa Binder

Ana Paula – Amorosa – Amor

Andréa – Adora dar Bom Dia! – Alegria

Carlinhos – Centrado – Centralização

Geraldo – Grande – Grandeza

Luis Cláudio – Ligeiro – Ação

Márcia – Maravilhosa – Beleza

Maura – Mágica – Magia

Monica – Meiga – Docilidade

Ney – Normal – Normalidade

Reginaldo – Renovador – Renovação

Rita – Reta – Retidão

Rodrigo – Rei – Direção

Rosangela – Rocha – Força