Gratidão e cuidado

Meus irmãos, irmãs, que a paz do Senhor, que a paz de Jesus, que a saúde, materializada em brisa, em canto dos pássaros, em cheiros, em presenças humanas, esteja presente, não só hoje,  mas em todos os dias da vida de vocês. Não é um valor desta Rede, em si, mas de outras redes afiliadas, irmanadas de alguma forma, por estarem outros membros fazendo alguns trabalhos, eu não diria em paralelo, não é a palavra, mas  trabalhos complementares.  Não é um valor de foco pleno, mas percebe-se, hoje, uma tentativa de construção, que deve ser estimulada, encaminhada, e essa palavra é muito bonita e forte, e tem uma vibração sonora que não imaginam: gratidão.

Quando temos conhecimento, devemos ser gratos pelo conhecimento adquirido; quando conseguirmos integrar outras redes, ou nos integrarmos a outras redes, levando valores já adquiridos, devemos ser gratos;   quando conseguimos  exercitar o amor, em sua  plenitude, devemos ser gratos;  quando temos a possibilidade  de exercitar a humildade,  devemos ser gratos;  quando temos ouvidos para ouvir os  recados que a nós  nos foram confiados,  como verdadeiras  missões,  e que podem mudar toda a  trajetória de uma rede, possibilitando, também, a mudança de trajetória de outras redes, outros trabalhos, outras iniciativas, devemos ser profundamente gratos; quando pesquisamos sobre o cuidado, exercitamos o cuidado, também devemos ser gratos.

Enfim, devemos ser gratos porque a luz do sol está possibilitando a fotossíntese que possibilita a oxigenação de vossos corpos, através das árvores, das plantas, dos vegetais que os alimentam e que trazem para vocês a seiva materializada, fluidos materializados de outros corpos sutis que estão em volta de vocês, drenados para vocês, em forma material de linfa, sangue, seiva que circula em vossos corpos .

Pensem nisso: em seres integrantes da celestialidade, em seres integrantes do cosmo, em seres integrantes da terra –  a seiva de todos esses outros corpos da grande Gaia, das sementes estelares, é a mesma seiva da fonte, circulando em vossos corpos e, por isso, devemos ser profundamente gratos. A mesma seiva, a mesma energia que compõe a esfera angelical, compõe também a esfera humana.  Pensem como é maravilhoso estarmos gratos por isso.

Pensem que, em muitas vezes, acordamos e vamos até o final de nosso dia, nos deitamos e não dizemos “obrigado, Senhor; obrigado, Deus; obrigado, Jesus; obrigado, Fonte; obrigado, Fonte das sementes estelares; Obrigado aos anjos… Não agradecemos a nenhum deles e todos eles estão confiantes e trabalhando para a nossa purificação, renovação, sedimentação como seres caminhantes.

Seres estelares, trabalhadores da luz, presentes aqui, seres do Zenitude, classes angelicais, filhos de todas as redes estelares estão presentes nesse trabalho da grande rede Zenitude e que a mim me foi confiada a grata- porque hoje sou muito  grata – a missão  de ser  Mentora, agradeço muito, muito a vocês pela acolhida e agradeço pelo esforço individual que cada um tem feito. Mas peço, por favor, que acoplem à soma desses esforços individuais uma soma do coletivo em rede, coletivo  em rede e em redes. Coletivo e público, e por favor tenham urgência na transliteração  desta canalização porque  ela está sendo enviada e dirigida também a outros grupos através desta grata missão a nós confiada hoje . Dizemos, ainda, sobre a saúde integral: por favor, cuidem de vossos corpos e dos corpos em volta, cuidem da terra, das flores, das crianças, das águas, cuidem especificamente também de vossos lares.

Promovam a ambientação sadia de vossos lares. Pensem em cada ambiente, assim como pensam em seus corpos. Na cozinha se faz a digestão de um lar. Então, pensem na cozinha, em tratar esta cozinha como tratam seu estômago. Tenham água em abundância, tenham alimentos em abundância e alimentos saudáveis, bem tratados, bem cuidados. Mesmo que tenham pouco alimento, mas que ele seja sempre manipulado com graça, com gratidão, com alegria, com amor, com humildade, com simplicidade,  com muito cuidado e, acima de tudo, com celebração. A sala de vocês, a varanda de vocês são os vossos olhos para o mundo. Pensem nisso, pensem em olhos bem cuidados, limpos, abertos, arejados, cortinas abertas, claras, limpas, organizadas. Vosso quarto é o cérebro mentor da casa, é o lugar onde vocês se deitam, dormem, repousam. Pensem neste ambiente como um lugar acolhedor, um lugar que receba a visita de vossos corpos com tranquilidade, serenidade, uma luz calma, pacífica. Enfim, pensem em cada ambiente como parte de vosso corpo e, quando saírem à rua, pensem na rua como a grande emanação, deste ambiente cuidado. Estarão espalhando, assim, a semente do cuidado por todos os lugares onde andarão.

Breve, estarão comemorando mais um aniversário e estaremos juntos, celebrando. Importante que comecem a trabalhar agora e saibam que, para vencer o desafio do cuidado, das ações em rede, da dependência de outras pessoas que não estão sintonizadas com as suas agendas em relação a vocês, mas que estão sendo preparadas para estarem juntas, precisam de tempo para se organizarem, precisam de tempo para esta acolhida mental, espiritual e emocional. Comecem a se organizar agora. Estivemos ajudando, há muito tempo pessoas que estiveram em conflito, na guerra. Para se preparar para a grande guerra entre o bem e o não-bem, são necessários guardiões aparelhados, guardiões preparados, que estejam estudando, que estejam edificando e que estejam se cuidando e cuidando desses espaços.

Estejam atentos e, em nenhum  momento, percam a vigilância. Vigiai primeiro, orai em segundo e, de preferência, façam os dois juntos. Vigiai E orai, assim disse um dia o grande Mestre  e não “vigiai OU orai”. Assim, juntas, as duas coisas, vigiai e orai sobre os vossos corpos, vigiai com o que comem, com o que ingerem, com as bebidas. Vigiai com o que expelem de vossas bocas. Se não puderem dizer o bem não digam nada. Respirem, captem a grande seiva em forma de ar que alimentam vossos corpos e aguardem. Garantimos que, dez segundos depois, o que diriam se não for do bem, não será dito, porque terão se conectado  com a Fonte, terão se conectado com a grande Fonte emanante do bem, que tudo cuida. E, quando vocês se conectam, vocês usam o grande escudo protetor, lançam o grande estudo protetor  em torno de vocês.

Mas façam a vossa parte, mais uma vez, para esta conexão. Estamos juntos, dispostos a ajudar, mas precisamos do empenho, da dedicação e do esforço continuado de cada um. Agradecemos, mais uma vez. Parabenizamos, porque sabemos que alguns venceram desafios de estarem aqui, alguns venceram o desafio de lutarem consigo mesmos, com crenças internas de estarem aqui neste dia hoje. Mas agradecemos por estarem, agradecemos pela confiança neste plano maior que nos auxilia e esperamos, mais uma vez, que estejam conectados com a Fonte, conectados com a luz , com a alegria, e com o abraço universal. Recebam,  nesse momento, o abraço de toda a espiritualidade, reunida em torno de vós no grande abraço que sentirão agora. Fiquem em paz.

Ana Justina Neri

15/08/12
Parque Lagoa do Nado

Related Posts with Thumbnails

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *