Murmurar canções pode ajudar a evitar sinusite

Fonte: The New York Times; 28/12/2010

No III Encontro “Celebrando”, em novembro de 2010, houve uma divertidíssima vivência, onde a proposta era, durante um dos almoços, dialogarmos de forma cantada. A única regra: nada poderia ser dito, apenas cantado. Entre risadas, desafinadas, solfejos, hip hops improvisados, transformamos nossa refeição em um verdadeiro filme musical. Mal sabíamos que estávamos, além de promover a saúde de nossa mente, com a alegria causada pela brincadeira, também auxiliando a nossa saúde respiratória. Vejam só essa matéria, publicada pelo The New York Times. 
Murmurar canções ajuda a aumentar o fluxo entre os seios e as cavidades nasais.

Lidar com um resfriado já é ruim, mas quando isso leva a uma sinusite, o sofrimento pode ser em dobro. Alguns pesquisadores propuseram um remédio surpreendente: liberar o Sinatra dentro de nós. 

A sinusite – que aflige mais de 37 milhões de americanos todos os anos – geralmente ocorre quando o revestimento dos seios nasais fica inflamado, retendo ar, pus e outras secreções, e causando dor, cefaleia e congestão. Como a inflamação muitas vezes é causada por infecções respiratórias superiores, as pessoas com asma e alergias são mais vulneráveis que outras a ter sinusite crônica.

Manter os seios nasais saudáveis e livres de infecção requer ventilação – manter o ar fluindo suavemente entre os seios e as cavidades nasais. E existe forma melhor de manter o ar se movendo pelos seios e cavidades nasais do que murmurar uma música?

Num estudo publicado no “American Journal of Respiratory and Critical Care Medicine”, pesquisadores examinaram esse efeito comparando o fluxo de ar em pessoas quando murmuravam uma canção e quando expiravam sem murmurar. Especificamente, eles observaram se o murmúrio levava a maiores níveis de óxido nítrico expirado, um gás produzido nos seios nasais. O nível de óxido nítrico durante os murmúrios aumentou em 15 vezes.

Outro estudo, realizado um ano depois e publicado no “European Respiratory Journal”, encontrou um efeito similar: cantarolar, murmurando, resultou num maior aumento de óxido nítrico nasal, “causado por uma rápida troca de gases nos sinos paranasais”. Como a redução do fluxo de ar tem impacto nas infecções dos seios nasais, os pesquisadores sugeriram que períodos diários de murmúrios musicais podem ajudar as pessoas a reduzir o risco de problemas crônicos.

Related Posts with Thumbnails

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *