Pai-Nosso Proativo

Habitualmente oro o Pai-Nosso, como uma oração clássica cristã. Não gosto muito de orações pré-estabelecidas, por achar que elas mais me dispersam do que me conectam. Então, é mais habitual que eu eleve meu padrão vibracional, pense em uma imagem, uma sensação e ali me “re-ligo”…Com relação ao Pai-Nosso, sinto-a, sim, como um belo e maravilhoso presente que recebemos, para que possamos ter momentos de conexão com o Divino. Ocorre que, pessoalmente, em minhas divagações, acho que seu texto, pelo menos na tradução ocidental, tem um caráter onde delegamos a Deus o que “Ele” deve fazer por nós: é “Ele” quem precisa não nos “deixar” cair em tentação, por exemplo; quando eu acho que nós é quem deveríamos nos esforçar para, de nossa parte, primeiramente, não cair na tentação. Esforço nosso, com o apoio do Pai, mas PRIMEIRAMENTE esforço nosso. Fico com a sensação de que seria plausível, nesse sentido, uma postura mais ou menos assim: eu estou caminhando lá, para a tentação, meio que “negociando” com Deus, e dizendo: “Olha, cara, tô indo, sou fraco, mas tenho forças pra caminhar em direção ao caminho errado… VOCÊ, aí, me ajuda, porque SE VOCÊ não me ajudar, vou cair”. Risos.

Quem me conhece mais de perto, sabe que meus diálogos internos são assim, estas viagens. Aos que não conhecem, peço perdão pelo susto e ressalto que não há, aqui, nenhuma intenção de crítica de religiosidade ou religião… 
Em função disso, há muito queria redigir um “Pai-Nosso Proativo”.  Hoje, ele nasceu…
Compartilho…***************

Pai-Nosso Proativo

Pai,
cuja força poderosa habita em mim,
teu filho e parte integrada de Ti que anseia pelo crescimento e renovação,
e que aprendi a perceber que estás em todo lugar,
que eu saiba santificar, em meus pensamentos e gestos, o teu nome e a Tua presença.
Que eu me torne artífice construtor e co-operador na edificação de Teu reino de bondade e justiça.
Que minhas vontades se tornem unas com as Tuas e com os Teus propósitos, por coerência e por exercício da verdade. E que isso possa ser feito todos os dias, em qualquer lugar, entre a Terra e os céus e além deles, por toda a minha existência ou até mesmo em outras, se houver.
Que o pão que alimenta a mim e a meus irmãos seja conquistado com meu esforço, sempre com ética, inteira afinidade com Teu amor infinito e que eu jamais me permita trocar a certeza do pão pela incerteza da construção sintonizada com princípios não iluminados.
Que eu seja digno do perdão e que possa, todos os dias, exercitar a força que habita em mim para, um dia, nem mesmo precisar de obter qualquer perdão, já que não mais cometerei faltas, tendo compreendido as Tuas leis, inequívocas e que são, em essência, compreensão e misericórdia. E que eu saiba compartilhar esse aprendizado com todos – até mesmo com aqueles que minha compreensão ainda limitada julga como pessoas que me ofenderam ou que me são devedores.
Que eu tenha forças para optar pelo melhor, sempre. E, assim, todos os dias, não haverá tentação de qualquer espécie, já que o melhor é tudo aquilo que possui Tua essência de amor e pureza.
E que eu construa em torno de mim a impossibilidade de conectar-me com o não-bem, os falsos valores, o feio, a hipocrisia, a inveja, o orgulho, a vaidade, a luxúria, a perversão, a ambição desmedida e o desrespeito às Tuas inspirações.

Que eu faça que assim seja!

(Ney Mourão)

Related Posts with Thumbnails

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *